Campina Grande

A região, localizada no Planalto da Borborema,  era uma antiga aldeia de índios Cariris. A colonização portuguesa começou no final do século 17. Em 1790, o povoado transformou-se na Vila Nova da Rainha. Tornou-se município de Campina Grande em 1864.

Famosa por abrigar uma das melhores universidades do País e por suas festas juninas. Em Campina Grande destacam-se, também, o Museu Assis Chateaubriand e o Museu do Algodão. São 387 mil habitantes (2010).

Mais: Universidade Federal de Campina Grande e Prefeitura de Campina Grande

 

◄ Paraíba

 

 

O MAPP - Museu de Arte Popular da Paraíba, no Açude Velho de Campina Grande. Mais conhecido como o Museu dos Três Pandeiros, foi projetado por Oscar Niemeyer e faz parte da Universidade Estadual da Paraíba. O Museu, inaugurado em 2012, é voltado para as obras dos artistas regionais paraibanos. Foi a última obra assinada por Niemeyer e totalmente construído por operários paraibanos. As instalações do Museu possuem três discos construídos em vidro, concreto, granito e estruturas metálicas. Um disco para artesanato, outro para música e o último para xilogravura e cordel.

 

Orla do Açude Velho.

 

Assis Chateaubriand

 

O Museu Assis Chateaubriand, também parte da Universidade Estadual da Paraíba, situado no bairro do Catolé, em Campina Grande. É uma homenagem ao magnata das comunicações paraibano Assis Chateaubriand (1892-1968).

 

Campina Grande PB

 

Museu Campina Grande

 

Mapa Campina Grande

 

Copyright © Guia Geográfico - Informações da Paraíba - PB

 

 

Paraiba

 

 

 

 

Alessandro Bezerra

 

 

Ruana Carolina

 

 

 

Divulgação